RECALL

Recall é a forma pela qual um fornecedor vem a público informar que seu produto ou serviço apresenta riscos aos consumidores. Ao mesmo tempo, recolhe produtos, esclarece fatos e apresenta soluções.

 

De acordo com a Lei no. 8.078/90 (Código de Defesa do Consumidor – CDC), o fornecedor não pode colocar no mercado de consumo, produto ou serviço que apresente alto grau de risco à saúde ou segurança das pessoas. Caso o fornecedor venha a ter conhecimento da existência de defeito após a inserção desses produtos ou serviços no mercado, é sua obrigação comunicar o fato imediatamente às autoridades e aos consumidores.

 

O fornecedor deve garantir que a expectativa do consumidor em relação à adequação e, principalmente, à segurança dos produtos ou serviços seja efetivamente correspondida. A regra, portanto, é de que os produtos ou serviços colocados no mercado de consumo não podem acarretar riscos à saúde e segurança dos consumidores, exceto aqueles considerados normais e previsíveis em razão da sua natureza e uso (objetos cortantes, combustível, medicamentos, etc).

 

Clique aqui para saber mais sobre:

 

Prevenção e reparação

Recalls em andamento

O que fazer em caso de recall?

Há prazo para atender ao recall?

Como proceder em caso de dúvidas sobre a segurança de produtos?

Publicações e Legislação Pertinente

Clique aqui para acessar o Sistema Nacional de Alertas Rápidos de Recall (SNAR)

Avenida Indianópolis, 496 | 04062-900 | São Paulo, SP | Brasil | Tel. 55 11 2193 7800